5 DICAS PARA ORGANIZAR SEU ESTOQUE

Como encontrar produtos com facilidade e otimizar o controle do seu estoque?

Saber onde cada item está alocado, qual a quantidade, a qual grupo pertence, qual a sua aplicação é essencial para deixar tudo organizado e agilizar a localização desses produtos.

1 – Localização física dos Produtos

Vamos utilizar um exemplo para facilitar. Imagine o seu estoque com corredores, estantes e prateleiras. Agora, identifique cada um, com letras e números, lembre-se de que o objetivo é simplificar. 

Por exemplo:

Um estoque com 5 estantes (todas com os dois lados livres)

Cada estante com 4 prateleiras.

Então teremos 5 estantes e 6 corredores.

  • Os Corredores, da esquerda para a direita, vão de 1 a 6;
  • Estante da esquerda, numeração do 1 ao 20;
  • Estante da direita, numeração do 21 ao 40;
  • As prateleiras, de baixo para cima (imagine como andares), vão de 1 a 4;

Uma vez que tudo está identificado, coloque a localização no cadastro de produtos do sistema separando em 3 (três) campos. Exemplos:

Campo 1 = Corredor (utiliza a letra “C” para indicar que é corredor)
Campo 2 = Estante (utiliza a letra “E” para indicar que é estante)
Campo 3 = Prateleira (utiliza a letra “P” para indicar que é prateleira)

  • Amortecedor (C03 E12 P04) – o Amortecedor está no corredor 03 do lado esquerdo, na estante 12, na prateleira 04;
  • Camisa guia (C06 E25 P10) – a Camisa guia está no corredor 06 do lado direito, na estante 25, na prateleira 10.

Organizar os Corredores

Com o seu próprio sistema de localização criado para o estoque, agora é a hora de determinar o local que cada produto vai ficar. Para isso, use os requisitos de armazenamento presente na embalagem como guia e nunca armazenar o mesmo produto em dois locais diferentes.

Se na embalagem diz que o produto é sensível à luz do sol então escolha um corredor afastado da janela e dê preferência às prateleiras mais próximas ao chão.

Organizar Estantes e Prateleiras

Evite colocar os produtos de maior circulação na altura dos braços somente pelo motivo de sair com maior frequência, a regra é clara: mais pesados embaixo, mais leves em cima pois o importante não é a rapidez que você reabastece o seu estoque mas sim que você garanta a maior durabilidade dos seus móveis e diminua as chances de acidentes envolvendo o desequilíbrio de prateleiras e estantes.

2 – Seção, Grupo e Subgrupo

Separe os cadastros por Seção, Grupo e Subgrupo para facilitar a análise de relatórios gerenciais e operacionais.

Peça de veículo

Seção = Neste campo inclua a marca da peça
Grupo = Neste campo inclua linha da peça
Subgrupo = Neste campo inclua o local de aplicação da peça no veículo 

Ex. AMORTECEDOR DA MARCA NAKATA

Seção = NAKATA
Grupo = AMORTECEDORES
Subgrupo = SUSPENSÃO

Peça de motor

Seção = Neste campo inclua a marca da peça
Grupo = Neste campo inclua linha da peça
Subgrupo = Neste campo inclua o componente do motor que a peça pertence 

Ex. CAMISA GUIA 6,00 DA MARCA RIOSULENSE

Seção = RIOSULENSE
Grupo = CAMISAS GUIA
Subgrupo = CABECOTE

3 – Aplicação

Saber em qual motor ou veículo a peça pode ser aplicada é uma informação essencial para encontrar a peça no estoque, BIELA MBB, AMORTECEDOR SANDERO. Essa combinação na procura de produtos diminuiu consideravelmente o tempo para encontrar a peça no sistema de gestão e atender o cliente com agilidade.

Ex. AMORTECEDOR PARA O RENAULT SANDERO

Descrição da peça = AMORTECEDOR
Aplicação = LOGAN, SANDERO
Como procurar = AMORTECEDOR SANDERO

4 – Produtos similares

Produtos paralelos / similares devem ser relacionados para que sempre que ocorra a procura por um produto, o vendedor tenha em tela todos os outros produtos de mesma aplicação, desta forma caso o produto pedido pelo cliente não possua saldo em estoque, ou o preço do produto original seja caro, o vendedor pode oferecer o produto paralelo e assim ganhar a venda.

Ex.

KAYABA – AMORTECEDOR – R$ 292,00
NAKATA – AMORTECEDOR – R$ 334,00

*Ambos são aplicados em Renault Sandero e no Logan

5 – Código de barras

Na digitação dos produtos no orçamento, condicional ou venda não pode ocorrer erro de digitação, pois para cada produto informado errado, são dois códigos que ficam com saldo incorreto. Para resolver esse problema, gerar etiquetas de código de barras e colar em cada produto antes de alocar no estoque é a medida definitiva para se ter um estoque confiável. 

No momento da entrada dos produtos em estoque, gere etiquetas de código de barras utilizando impressoras específicas para isso. Como por exemplo impressoras das marcas: Allegro, Argox, Metrologic e Zebra. Etiquete os produtos e distribua em sua localização de estoque.

Como faço para aplicar essa metodologia em minha empresa?

Ter uma ferramenta de apoio é essencial para melhorar a gestão do seu negócio. O Sistema CERTTUS atende todas essas necessidades de maneira simples e objetiva, entre em contato com nosso setor comercial e assista uma demonstração ao vivo pela internet.